Política indígena é tema de encontro entre Petecão e Ashaninkas

O candidato a governador pela coligação “Com a Força do Povo”, Sérgio Petecão, e o candidato a vice-governador João Tota Filho, se reuniram na noite desta quarta-feira (27) com lideranças do povo indígena Ashaninka para tratar das políticas públicas voltadas para este segmento da população. A reunião aconteceu no hostel Vivacre, um dos principais locais de hospedagem alternativa de Rio Branco, que recebe turistas de vários países em visita ao Acre.

O líder indígena Francisco Piyãko, que também é candidato a deputado federal pelo PSD, destacou a oportunidade de incluir no plano de governo de Petecão sugestões colhidas na reunião no sentido de atender os anseios da população indígena que vivem no Acre. “No atual governo, sentimos muito a falta de dialogar com as instituições para expressar as nossas demandas. Essa reunião de hoje é um sinal de que as coisas podem ser diferentes no futuro”, declarou Piyãko.

Além das lideranças indígenas, também estiveram presentes no encontro pessoas ligadas ao turismo, que reivindicaram ao candidato Petecão um compromisso, caso seja eleito, para implantar ações de governo que fortaleçam a atividade no Acre, especialmente o etnoturismo, o ecoturismo, e o turismo de aventura, cujo potencial é grande no Acre, mas permanece inexplorado.

“O que o Acre precisa para desenvolver essa área é um plano de turismo que contemple todo o setor que envolva treinamento de profissionais, qualificação dos estabelecimentos, uma boa logística para o visitante. Nós sabemos que um governo não pode fazer tudo, mas se houver um estímulo, a própria cadeia produtiva vai se organizando para incrementar o setor”, explica Teresa Lundgren, especialista em turismo e proprietária do hostel onde ocorreu a reunião.

Durante a reunião, também foram tratados outros temas de interesse dos indígenas, como a oferta de apoio à agricultura familiar nas aldeias, onde a população nativa cultiva seus alimentos, inclusive com venda do excedente para o abastecimento do mercado local. A oferta de assistência técnica e a criação de um programa de aquisição da produção por parte do governo foram sugeridos como alternativas para apoiar a população indígena.

“Tivemos um grande exemplo de incentivo à agricultura familiar em nosso município, quando passamos a comprar até 60% da produção local de alimentos. Isso foi um divisor de águas porque, assim, conseguimos garantir a segurança alimentar da população, com mais refeições de qualidade nas escolas e creches do município, e ainda apoiamos o pequeno produtor que viu a sua renda crescer”, explicou o ex-prefeito do município de Marechal Thaumaturgo, Isaac Piyãko, que também participou do encontro.

A reunião contou ainda com a presença de jovens indígenas que vieram de suas aldeias para estudar e trabalhar em Rio Branco. Ao final do encontro, o candidato Petecão se comprometeu em incluir em seu plano de governo propostas colhidas junto às lideranças indígenas. “Foi uma reunião muito produtiva. Saio daqui satisfeito e tudo aquilo que for possível incluir como proposta para o nosso plano de governo será avaliado. São soluções plenamente possíveis de serem executadas e no futuro iremos implementar”, finalizou.

%d blogueiros gostam disto: