Projeto de revitalização de calçadão que cedeu deve ser levado à Câmara de Rio Branco para votação

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Regional (Sedur) montou um projeto de revitalização do Calçadão Raimundo Escócio, no Centro de Rio Branco, que cedeu no final do mês de abril, e pretende levar para votação na Câmara de Vereadores Municipal. O local já cedeu várias vezes ao longo dos últimos anos e acaba prejudicando os lojistas da região que têm prejuízos nas vendas.

Na última vez, o idoso Francisco Moreira da Silva, de 67 anos, caiu no calçadão, teve uma fratura exposta e precisou passar por duas cirurgias.

Após o acidente, a prefeitura iniciou um trabalho paliativo. O secretário Municipal de Finanças que acumula a Secretaria de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (Seinfra), Cid Ferreira, disse que os trabalhadores da prefeitura já concluíram o reparo na área, com uma reaplicação do solo, nivelou e passou uma massa asfáltica para evitar a poeira.

Agora, a gestão aguarda o projeto de contenção da área, que é de responsabilidade do governo estadual.

Prefeitura fez um trabalho paleativo no Calçadão Raimundo Escócio, em Rio Branco — Foto: José Rodinei/Rede Amazônica Acre

Prefeitura fez um trabalho paleativo no Calçadão Raimundo Escócio, em Rio Branco — Foto: José Rodinei/Rede Amazônica Acre

O secretário de Desenvolvimento Urbano e Regional, Luiz Felipe Aragão, explicou que o governo tem um recurso de R$ 35 milhões para aplicar em obras no local. Segundo ele, há duas propostas de revitalização do calçadão.

“Sentei com a equipe de engenharia e temos outra proposta para aquela área porque o projeto em si é a contenção do calçadão, mas, pelo valor do recurso, entendo que podemos fazer algo mais, como passar uma rua como era antigamente. É fazer a ligação do [bairro] Cadeia Velha com o Centro, por meio da [Rua] Epaminondas Jácome. Temos essa proposta e estamos estudando. Conversei com algumas comunidades, com os mercadores de lá e estou aguardando a Câmara me convidar para levar o tema”, contou.

Aragão frisou que a ideia é dar mais visibilidade, construir um ponto turístico para a cidade, melhorar a mobilidade urbana para os moradores do bairro Cadeia Velha e também valorizar mais o comércio da região.

“Tem uma serie de fatores ali que seriam bem trabalhados. A Marinha nos procurou também para fazer uma especie de porto para embarque e desembarque de comerciantes que trazem os produtos pelo rio. Tem a questão do estacionamento que vamos também revitalizar”, destacou.

Projeto de revitalização visa dar mais visibilidade para comerciantes — Foto: Reprodução/Sedur

Projeto de revitalização visa dar mais visibilidade para comerciantes — Foto: Reprodução/Sedur

Ainda segundo o secretário, o projeto deve ser colocado em pauta na próxima semana. De acordo com ele, a população deve votar e escolher o que deve ser feito no local.

“Acho que é válido essa conversa. Temos que conversar com a população e fazer uma espécie de audiência pública para saber qual seria a palavra do povo sobre isso. Se preferem só o calçadão mesmo ou que passe uma rua também para ter uma mobilidade melhor. As pessoas me procuraram para falar que antes tinha uma rua ali, que o comércio era mais valorizado”, concluiu.

%d blogueiros gostam disto: