Prefeitos do Alto Acre aderem ao Decreto Estadual e ‘Pacto sem Covid’ com restrições no comércio

Prefeitos do Alto Acre, Polícia Militar, Procuradores, Vigilância Sanitária e Secretários de Saúde estiveram presentes.

Os gestores da regional do Alto Acre (Assis Brasil, Brasiléia, Epitaciolândia e Xapuri), resolveram que a partir desta quarta-feira, dia 27, estarem de acordo com o Decreto Estadual publicado na semana passada, onde determina algumas restrições e toque de recolher após as 22 horas até às 6 da manhã do dia seguinte.

Prefeito de Xapuri, Bira Vasconcelos.

Tais medidas passam a ser monitoradas pela Polícia Militar e Vigilância Sanitária de cada Município. A decisão partiu do Ministério Público que exigiu dos gestores tomassem tais decisões, diante dos casos de aumento de infecção causadas pelo vírus cvid-19 no Estado.

Os gestores destacaram que, não está sendo de bom agrado, tomarem tais medidas, mas está sendo necessário para que vidas sejam salvas. Mas, também cobram a parcela de responsabilidade da população, principalmente de uma minoria que teimam em ir para bares e se aglomeram sem qualquer critério, sabendo que podem estar se infectando e levando o vírus para suas casas e familiares.

Tal preocupação aumenta com o surgimento de casos relacionados à dengue, que também vem tirando vidas e lotando hospitais da regional. “De nada adianta se os moradores de nossos municípios não fizer sua parte, pois, nós estamos fazendo a nossa. Serão 15 dias até ser divulgado o novo levantamento da Saúde Estadual, onde dirá de mudamos de bandeira, enquanto isso, vamos lutar”, disse a prefeita de Brasiléia.

Prefeita de Brasiléia, Fernanda Hassem.
Prefeito de Assis Brasil, Jerry Correia, já está atuando com apoio do MP e Forças de Segurança.

O município de Assis Brasil já está atuando com o apoio das Forças Nacional e Militar do Acre e demais órgãos. Segundo o prefeito de Xapuri, Bira Vasconcelos, reuniões em praças públicas já estão proibidas, alguns comércios já não abrem a partir das 22 horas, além de outras determinações que sirvam para impedir a propagação do vírus.

Vice-[refeito de Epitaciolândia, Professor Soares.

Em Epitaciolândia, estarão também se adequando ao Decreto Estadual. Segundo o vice-prefeito, Professor Soares, as preocupações são as mesmas e estarão atuando para que possam frear o avanço do vírus covid-19 e a dengue. “Estaremos nos reunindo para tomar essas medidas o mais breve possível. Perdemos o nosso Secretário de Obras, o ex-vereador Kaki nesta terça-feira (26), além de uma enfermeira, não podemos ficar de braços cruzados e precisamos do apoio da população”, destacou.

Em relação as pontes que ligam Epitaciolândia e Brasiléia ao lado boliviano, ainda estão aguardando a posição do Governo Federal. O governador do Acre já fez o pedido para o fechamento e aguarda decisão de Brasília.

Veja vídeos na íntegra da reunião ocorrida na manhã desta quarta-feira (27), no centro cultural do município de Brasiléia.

%d blogueiros gostam disto: