Em Sena Madureira, Polícia civil prende 10 por tortura e organização criminosa

Vídeo foi gravado em uma residência, no bairro da Vitória, em Sena Madureira, no último final de semana
Vânia Andrade- SEPC

Desde o último domingo (31), a polícia civil de Sena Madureira realiza buscas na região na tentativa de localizar indivíduos que aparecem em vídeos veiculados nas redes sociais, onde três mulheres são expostas sentadas no chão e torturadas a golpes de madeira.

Já na manhã desta terça-feira (02) a polícia identificou os envolvidos no crime, sendo os cinco maiores presos, Andressa de Oliveira Januário, 26 anos, Alexandre Figueiredo Nascimento, 19 anos, Kettelyn Oliveira de Almeida, 19 anos, Jair Barroso Cardoso, 19 anos e Antônio Carlos Viana de Lima, 26 anos e ainda cinco menores apreendidos.

LEIA MAIS: Vídeo mostra garotas sendo torturadas por membros do Bonde dos 13 no Acre

De acordo com o Delegado responsável pela investigação, Marcus Frank, os autores assumiram ser membro da facção B13 e disseram que foram “cobrados” pelo grupo, a aplicar a “punição” nas mulheres que estariam repassando informações à facção rival comando vermelho. As três vítimas, entre as quais, uma grávida e uma menor de idade, foram encaminhadas ao hospital local para realização de exame de corpo de delito.

Frank afirma que a polícia civil vai sempre atuar de forma enérgica no combate a essas ações criminosas, “A polícia civil tem voltado uma atenção especial no combate ao crime organizado, esses atos não podem ser tolerados e serão punidos conforme os rigores da lei”, destaca o delegado coordenador da Regional Purus.

Os acusados devem responder por tortura e organização criminosa, os maiores serão encaminhados na manhã desta quarta-feira (03) para audiência de custódia, onde será deliberado se permanecem presos ou se postos em liberdade. Já os menores apreendidos seguem para a Promotoria da Infância e da Juventude e após ao Instituto Sócio Educativo.

%d blogueiros gostam disto: