Leo de Brito anuncia emenda de R$ 1,2 mi para fortalecimento das ações do Núcleo de Telessaúde da Ufac

Entre as prioridades de mandato do deputado federal Leo de Brito (PT), presidente da Frente Parlamentar Mista pela Valorização das Universidades Federais, está à consolidação das universidades públicas federais como meio para ampliar o acesso à educação. Nesta quinta-feira, 23, o parlamentar anunciou mais uma ação em prol da Universidade Federal do Acre na área de saúde.

“Fui conhecer de perto o trabalho que a Ufac realiza por meio da equipe coordenada pelo médico Osvaldo Leal com o Telessaúde. Esse programa tem atendido a comunidade do nosso Estado com exames, atendimento em especialidades médicas. Por isso, fui pessoalmente contar que nosso mandato vai reforçar esse trabalho destinando uma emenda de mais de R$ 1,2 milhão”, revelou Leo de Brito.

Núcleo Telessaúde Acre é constituído por meio de parceria entre a Ufac, com os acadêmicos de medicina da Universidade e com a Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre). O serviço, prestado de forma voluntária por médicos e acadêmicos de medicina, foi ativado no início da pandemia da Covid-19, em 2020, com o intuito de auxiliar a população com informações sobre o vírus e prestar orientações.

“Leo nos deu uma grande notícia ao anunciar esse envio de emenda para o Telessaúde Acre. Isso vai nos ajudar a ampliar a capacidade de atendimento às populações do Estado com esse atendimento da consulta remota possibilitado pela telemedicina e vamos poder ampliar também a realização de exames. Então, é uma grande notícia”, disse o médico Osvaldo Leal.

Apoio à Ufac é prioridade para Leo

Durante sua visita à instituição, o parlamentar também participou de uma reunião com a equipe da pró-reitoria de Extensão, na qual foram apresentados projetos que serão desenvolvidos a partir da emenda de R$ 2 milhões que o Leo de Brito destinou. Serão realizados, já nesta etapa, três projetos estão aptos a iniciar: Programa de Extensão Mulheres da Amazônia ; Programa de Extensão Educação Antirracista e Samaúma Vivificante – O bem viver e a educação de(s)colonial.

A pró-reitoria de Extensão destaca que outros projetos ainda serão realizados com apoio dessa emenda.

O deputado federal que também é professor do curso de Direito da universidade destinou R$ 13,5 milhões para a instituição em 2022. Em seus dois mandatos, os recursos enviados à Ufac somam mais de R$ 30 milhões no total.

O aporte financeiro está sendo aplicado nas áreas de pesquisa, extensão, assistência estudantil, aquisição de equipamentos para laboratórios de saúde (medicina, química, enfermagem), aulas práticas de agronomia e engenharia florestal, construção do bloco administrativo do Centro de Filosofia e Ciências Humanas e do Museu de Paleontologia no campus Floresta, em Cruzeiro do Sul, e apoio a projetos de fortalecimento institucional.

%d blogueiros gostam disto: