Medico boliviano expõe colapso na saúde de Cobija e pede ajuda ao governo do Acre

 

Um médico boliviano ortopedista, Orlando H. Ramos Cardozo, publicou um vídeo em sua página do Facebook, fazendo um apelo direcionado ao governo do Acre expondo o atual estado em que encontra a saúde do estado de Pando.

Orlando se dirige ao governador Gladson Cameli, pedindo apoio para ajudar, mesmo sabendo da situação em que vivemos devido ao covid-19, além das fronteiras fechadas. “Esse vídeo é pra fazer um apelo desesperado ao governo do Acre… (…) desculpe o atrevimento e a forma de vir aqui para fazer isso, mas, nós estamos aqui totalmente à deriva, o departamento (Estado) de Pando está totalmente largado (…)”, desabafa o profissional.

Orlando confirmou as denuncias por WhatsApp.

O médico destaca a falta de medicamento e equipamento para poder trabalhar, destacando que pessoas estão morrendo. “… não tem situação mínima de manejo de baixa e alta complexidade, a UTI tá colapsada, não tem medicação para sedação, pessoas que comandem essas situações complexas e o governo largou de mão de nosso estado definitivamente…”, denuncia.

Com olhos cheios de lágrimas no vídeo, Orlando diz que estão apelando de alguma forma por ajuda, pedindo de Cameli estenda a mão para o povo de Pando, pois estão sem medicamentos para sedação e tubos ‘indotranqueais’, além de outros considerados básico para atender a população.

Por meio de WhatsApp, Orlando confirmou as denuncias feita em vídeo. Pede que de alguma forma, essa mensagem de apelo chegue às autoridades do Acre, para que possam ajudar de alguma forma. “Sabemos que o senhor (Cameli) já tem seus problemas, mas, se tiver uma opção mínima que for, faça chegar alguma ajuda”, suplica o médico.

%d blogueiros gostam disto: