Solenidade de aniversário de 6 anos da Escola Estadual de Ensino Médio Belo Porvir.

Almir Andrade

A Gestora da Escola Belo Porvir, Professora Maria Antonia Vieira da Silva, juntamente com os alunos, professores, funcionários e demais membros da Equipe Gestora da Escola Belo Porvir, em homenagem ao 6° aniversário da escola, realizaram uma atividade especial, com hasteamento das bandeiras: Municipal, Estadual e Nacional.

Apresentação de padrinhos e madrinhas das turmas, e líderes de salas de aulas.

Participaram ainda da solenidade a coordenadora de ensino do núcleo da SEE em Epitaciolândia, professora Sueli Souza.

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO MÉDIO BELO PORVIR

Criada pelo Decreto número 5.414 de 11 de março de 2013, Portaria número 0982 de 24 de abril de 2013. Está localizada na Estrada Fontinele de Castro, loteamento Cruzeiro do Sul, quadras 07 e 08, CEP: 69934-000, Cidade de Epitaciolândia-Acre. A Gestora desta escola é a Professora e Pedagoga Maria Antonia Vieira da Silva, Coordenadora de Ensino a Professora Maria Audilene da Silva Nascimento, Coordenadores Pedagógicos: Professora Edna Borges, Professor Henrique Abreu de Freitas. A Escola é composta por 12 salas de aulas, biblioteca, auditório e quadra poliesportiva em construção.
Iniciou o ano letivo no dia 08 de abril de 2013, atendendo uma clientela de mais de 770 alunos, de 1º, 2º e 3º anos do Ensino Médio Regular, distribuídos nos turnos matutino, vespertino e noturno, com um contingente de 32 professores ao todo. Uma parte desses alunos estudavam na Escola Estadual Joana Ribeiro Amed, uma das melhores escolas, de acordo com o IDEB no Alto Acre, mas que pela organização da Rede Estadual de Ensino passou a ser a escola de Ensino Fundamental. A escola também funciona como anexo para o Programa PROJOVEM Urbano e Alfa 100, estes dois segmentos soma aproximadamente 200 alunos.

JUSTIFICATIVA DO NOME DA ESCOLA DE ENSINO MÉDIO BELO PORVIR

O município de Epitaciolândia continha em seu território os seringais Bela Flor, que era a sede, onde existia um antigo casarão de paxiúba, que ficava a margem do Rio Acre, de onde as “chatas” levavam borracha e traziam mercadorias de Manaus na época do Império da Borracha, e hoje fica localizada a cidade. Logo em seguida vinha o Seringal Porvir ao lado do Seringal Santa Fé, o Seringal Porto Rico, e o Seringal Nova Esperança. Esses são os nomes dos seringais que formavam o município de Epitaciolândia e todos de grande importância para a economia local e estadual na época do extrativismo da borracha e da castanha.
Em segundo lugar, é também uma forma de homenagear seus primeiros habitantes e fundadores que foram os índios e os bravos seringueiros e nordestinos que pra cá migraram pela passagem da segunda guerra mundial, e hoje chamados de “ Soldados da Borracha” que por sinal restam poucos sobreviventes.
Em terceiro lugar, o conjunto de palavras BELO PORVIR, inicialmente, sugere beleza, renovação, alegria, esperança, transformação, entre outras.
Em quarto lugar, a palavra PORVIR, segundo o dicionário Aurélio, significa S. M. Tempo futuro,/ fig. Bem-estar futuro./ A posteridade./ futuro. Dessa forma, sugere uma esperança para a comunidade que vê na escola uma porta de entrada para o futuro de seus filhos.
Em quinto lugar, o hino de Epitaciolândia, de autoria de Raimundo Nonato da Rocha, o poeta da Fronteira, em seu estribilho, diz o seguinte:
ESTRIBILHO:
Avante, Avante, Avante!
Que o futuro lhe há de sorrir,
Com trabalho, dignidade e constância,
Construiremos um Belo Porvir.
Parece até que o poeta, apaixonado que era pela cultura, um grande sonhador e defensor do povo, ex guerrilheiro do Araguaia, ao escrever o estribilho do hino, estava prevendo o futuro sendo construído pelas mãos de vários homens e mulheres, que sempre lutaram por uma sociedade mais justa, humana e solidária.

Autor: Antonio Aucélio Assis de Almeida

 

 

%d blogueiros gostam disto: