Bloqueio da BR-364 em Extrema já passa de 24 horas; fila de carros já passa de 4 km, diz PRF

O protesto dos moradores de Extrema, distrito de Porto Velho e que faz fronteira com o Acre, continua firme e forte.

O bloqueio da BR-364 já dura mais de 24 horas, isolando o Acre do restante do país.

Os moradores reivindicam o início do ano letivo e, principalmente, ônibus escolares para transportar os alunos da zona rural que desistem de estudar por não conseguir chegar nas escolas.

O secretário de educação de Porto Velho, Márcio Félix, esteve ontem na Ponta do Abunã, local do protesto, e prometeu aos moradores levar 10 ônibus na próxima segunda-feira, 15, para atender a comunidade com o transporte escolar. Desconfiados, já que, segundos a população, não é a primeira vez que a prefeitura da capital rondoniense descumpre promessas, não aceitou interromper o protesto e afirmam que só liberam a via com a chegada dos ônibus.

Mostrando o caráter pacífico da manifestação, os moradores liberam a passagem de alguns carros de passeio e veículos de emergência, como ambulâncias.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a fila de carros, principalmente caminhões, já passa de 4 quilômetros.

%d blogueiros gostam disto: