Imperador supera o Tigre e carimba vaga nas semifinais

MANOEL FAÇANHA

Com dois gols do atacante Adriano, um em cada tempo de partida, o Galvez superou na noite desta terça-feira (9), na Arena da Floresta, o Plácido de Castro por 2 a 1, assim carimbando uma das vagas nas semifinais do Campeonato Acreano.

O adversário do Imperador nas semifinais sairá do confronto noite desta quarta-feira (10), às 20h, no estádio Arena da Floresta, entre Atlético Acreano e Rio Branco. Uma vitória celeste ou até mesmo um empate coloca o Galo Carijó no caminho do Galvez, mas uma derrota do time azulino empurra o Rio Branco para ser o adversário do Imperador nas semifinais do returno.

Jogo

Com a vitória vascaína na partida preliminar, o Galvez entrou em campo necessitando da vitória sobre o Plácido de Castro para avançar as semifinais do returno.

Com as linhas bem adiantadas, o Imperador pressionava com eficiência a saída de bola do Tigre do Abunã e explorava bem o lado esquerdo do ataque de seu ataque, ora com Ciel, ora com Daniego.

Preso na marcação imposta pelo Imperador, o Plácido de Castro era time pouco criativo e a bola não conseguia chegar limpa aos atacantes placidianos Ismael e Paulista, esse dois pouco acionados durante a primeira parte do jogo.

Melhor no jogo, mas com dificuldade no último passe para abrir o placar, o Imperador Galvez chegou ao primeiro gol numa finalização de fora área do atacante Adriano. O goleiro Roger chegou ir para a bola, mas a redondinha passou sobre seu corpo, assim não evitando à queda da sua baliza, aos 37 minutos.

Um gol para cada lado

O Galvez retornou do intervalo modificado com o experiente Neném no lugar do jovem Neto. Os primeiros minutos de partida iniciaram em alta rotação com as duas equipes querendo jogo.

Com a classificação as semifinais ficando pelo caminho, o técnico placidiano Iranir de Almeida resolveu ousar ao trocar o apático volante Joel pelo rápido atacante Zé Roberto. A mudança tática deu resultado e, aos 26 minutos, o lateral direito Pedro Balu parou o atacante Ismael com falta dentro da grande área. O árbitro Antonio Pinheiro não teve dúvida e apontou para a marca da cal. O próprio Ismael cobrou e deixou tudo igual no placar e chegou ao oitavo gol na competição, assim se isolando na artilharia do estadual.

Quatro minutos depois, a defesa do Plácido de Castro bateu cabeça. O oportunista atacante Adriano aproveitou o vacilo e tocou a bola na saída do goleiro Roger para colocar novamente o Imperador na frente do placar.

Na base da vontade, o Tigre do Abunã ainda teve uma boa chance do empate nos pés do atacante Diulio Mineiro, mas o jogador placidiano pego mal na bola e goleiro Máximo, bem colocado, fez a defesa, aos 39 minutos.

Um fato inusitado na partida ocorreu aos 40 minutos de partida. O árbitro Antonio Pinheiro sentiu a panturrilha e acabou substituído pelo Jackson Rodrigues. O jogo chegou a ir aos 51 minutos, mas o Galvez mostrou boa eficiência defensiva e a partida terminou com vitória do Imperador por 2 a 1.

Opinião

O técnico Zé Marco elogiou o desempenho tático da sua equipe na vitória contra o Tigre. Foto/Manoel Façanha.

Após o jogo técnico Zé Marco elogiou o desempenho tático da sua equipe na vitória contra o Tigre do Abunã. “Fizemos uma forte marcação na saída de bola do Plácido, assim dificultamos a bola chegar com qualidade aos seus velozes atacantes”, comentou o treinador imperialista, esse elogiando ainda a intensidade de jogo de sua equipe

%d blogueiros gostam disto: