Feminicídio em Feijó é mais um na epidemia de violência doméstica que assola o Brasil

Uma jovem de 19 anos foi assassinada a facadas na madrugada desta segunda-feira, 02, no município de Feijó, interior do estado.

De acordo com o delegado de Polícia Civil responsável pelas investigações, Valdinei Soares, o suspeito de matar a jovem Maria Samara Silva do Nascimento seria ex-companheiro da vítima e, como praticamente regra nos crimes de feminicídio, mais um homem que não aceitava o fim de um relacionamento.

O corpo da jovem foi levado para o Instituto Médico Legal, onde passou por exame cadavérico e foi, posteriormente, liberado para ser velado.

O suspeito, Erisvaldo Freitas de Souza, 36, continua foragido, mas segundo o delegado Valdinei Soares, a Polícia Civil tem empreendido todos esforços para prendê-lo com a maior rapidez possível, para evitar que fuja do flagrante (48h primeiras horas decorridas do crime, enquanto é legalmente possível impor a prisão em flagrante, primeiro passo para que uma possível custódia preventiva seja determinada).

“O autor continua foragido. Nós esperamos que ele se apresente durante essa semana, mas a Polícia segue no intento de capturá-lo. O exame cadavérico já foi feito, a vítima está sendo velada pelos familiares. E é isso, infelizmente, mais uma vítima de feminicídio aqui na cidade de Feijó, no nosso estado do Acre”, disse o delegado responsável pelas investigações.

Por Agazeta.net

%d blogueiros gostam disto: